NOTÍCIAS

Boatos de nova reestruturação e excesso de trabalho preocupam funcionários do BB

O Banco do Brasil vem passando por diversas reestruturações nos últimos anos. Em 2016, por exemplo, as modificações culminaram num prejuízo financeiro para milhares de funcionários. Atualmente, circula nos corredores do BB um boato de uma nova reestruturação.

A criação de escritórios digitais, já confirmada pelo banco, tem aumentado o cenário de insegurança. Carlos de Souza, secretário geral da Contraf-CUT, lamenta o fato de, no Brasil inteiro, as pessoas estarem inseguras com seus cargos e até locais de trabalho. “O banco tem centralizado os escritórios de PJ e PF. Então, algumas pessoas que terão de atravessar o estado para trabalhar.”

Neste quadro de incertezas, após a catástrofe do ano passado – lembra Carlos de Souza – os bancários do BB não enxergam futuro na política de encarreiramento e na de remuneração. “Não temos boa expectativa para o valor das PLR, em função do último instrumento de avaliação, o conexão, ter dificultado o atingimento das metas, que já são abusivas.”

PDV

Outro boato que toma conta das agências e dos escritórios do Banco do Brasil é a iminência de um PDV, que estaria sendo formulado pelo banco. A Contraf-CUT e a Comissão de Empresa já questionaram a direção do BB, mais de uma vez, sobre o assunto e a resposta foi sempre negativa.

“A Contraf-CUT também deixou claro que os bancários do BB não aceitarão serem pegos de surpresa, novamente, e informados de novas reestruturação e PDV pela grande mídia e não pelos canais de comunicação do banco ou pelos sindicatos”, finalizou o secretário-geral da Contraf-CUT.

Fonte: Contraf-CUT

OUTRAS NOTÍCIAS